domingo, 8 de setembro de 2013

Mau atendimento no comercio é uma realidade.

Em muito venho reparando o péssimo atendimento de funcionários em estabelecimentos comerciais com rostos fechados não esboçam um sorriso, um agradecimento, o que esta acontecendo? O questionamento se faz obrigatório vez que é grande à incidência de pessoas que mais parecem infelizes no exercício da função.
Deve-se notar que alguns estabelecimentos não estão preparando seus funcionários como deveriam o trato humano esta ficando ao lado frente à grande exigência do mercado em se atualizar em programas de informática, estoque, caixa, cumprimento de metas cada vez mais sufocantes.
Empresas têm preparado seus funcionários para exercerem funções que são primordialmente de contato humano como perfeitos robôs, padronizam tudo menos o atendimento. Não os orientam como deveria ser o atendimento. Normas simples de conduta como as da boa educação (boa tarde, bom dia) um bom sorriso para recepcionar o cliente.
Desta forma as conseqüências são as de perda de clientes. O comerciante deve encantar o mesmo e não espantá-lo. Em nosso município vejo esta pratica de ser mal atendido em uma crescente. Em tempos de crise onde o comercio tenta sobrepor todas as dificuldades possíveis é necessário que o comerciante tenha seu diferencial. O atendimento de qualidade certamente é um grande aliado.
No entanto o empregado deve ser orientado para a conduta de bom atendimento o que não acontece, também tem aquele funcionário que se molda a personalidade de seu patrão, se ele é grosseiro o colaborador assimila isto e transfere aos clientes.
Houve o caso que um dia procurei o gerente de um posto de gasolina para lhe parabenizar pelo atendimento de seus funcionários e ao conversar com o mesmo entendi porque ali todos atendiam bem, o gerente tratava a todos com respeito e educação e esta conduta era transferida aos clientes. Os funcionários trabalhavam a vontade e felizes vez que eram reconhecidos como seres humano.
Seres humanos devem ser tratados com respeito seja empregado ou cliente. Acredito que alguns que dirigem seu negocio deveriam aprender a habilidade gerencial que é essencial para a vida do estabelecimento o tratamento inter pessoal.

Pessoas mal humoradas, sem o mínimo de respeito que não olham nos olhos e não são atenciosas não servem para trabalhar no comercio seja como patrão ou como empregado.

Matéria publicada no Jornal o Debate

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós não precisamos só aprender com os erros:

       Vejo o discurso de muitos que erram nas rotinas de suas atividades e se manifestam dizendo que aprendeu com o erro. Logicamente ...