sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Treinamento uma modalidade eficaz se aplicada corretamente.


  
Treinamento, em todo local de trabalho essa palavra é corriqueira e normal, todos que entram em uma empresa para o desempenho de uma função são treinados. O treinamento é uma atividade constante na vida profissional de qualquer um e consiste na transferência de conhecimentos e habilidades de uma pessoa já capacitada à outra que deve adquirir conhecimento e capacitação através de atividades que explicam a função pré-estabelecida. O bom desempenho do profissional treinado depende e muito da qualidade da pessoa que ensina.
 Lembro-me de um amigo gerente regional de um banco em uma ocasião que estávamos sentados em um momento de descontração tomando um café ele me confessou sua preocupação. A grande rotatividade de funcionários no local, muitos deles não conseguiam exercer as funções mínimas exigidas, eram insuficientes na qualidade de trabalho e isso em todas as agencias que ele gerenciava, a rotatividade funcional era superior às outras agencias fora de seu controle, isto já estava fazendo com que seus superiores o pressionassem no intuito de melhorar seu desempenho neste quesito. No entanto ele não conseguia entender, foi onde disse que ao invés de se preocupar com os funcionários treinados ele deveria observar a qualidade de quem os treina. Ele parou com a xícara sobre a boca e a abaixou bem devagar, lembro-me muito bem deste fato, e após meses a rotatividade baixou e muito, ele havia me confidenciado que começou a investigar e observar os encarregados ao treinamento dos funcionários e ai se entendeu que a qualidade de quem se treinava era péssima.
Assim deve-se notar a qualidade de quem orienta e habilita. Um profissional precisa ser no mínimo bem didático explicativo e claro pois cada treinamento mal sucedido gera prejuízos à empresa dispensa de funcionários, alta rotatividade isso não é bom para a imagem da empresa.
Algumas atitudes deveriam ser observadas pelos gestores e treinadores na hora de executar esta função. A primeira seria executar um plano de treinamento, bem didático, explicativo, insistir e muito nas aula praticas. Estar preparado para treinar o funcionário a adquirir habilidade não sentir que o ensinamento é uma obrigação funcional e sim ter o prazer em mostrar o caminho ao colaborador, desta forma haverá sempre a motivação em aprender e permanecer na empresa.
Tentar sempre sintonizar o publico alvo, conhecer as pessoas suas limitações e facilidades, assim o orientador pode auxiliar e muito ao gestor de recursos humanos onde os empregados serão mais uteis. Os instrutores possuidores das habilidades interpessoais têm mais facilidades em perceber seu publico.
Deve-se observar se o orientador esta com foco no negocio, ou seja, se esta treinando no contexto exato da empresa. Se não há desvio das funções de orientação.
Se caso houver problemas na questão de orientadores, se também faltar orientação a estes, é necessário que a empresa recorra sempre a parcerias, e a contratação de administrares para que possam direcionar e sempre o caminho correto do treinamento.

Nunca esqueça que ser proprietário de alguma empresa, ter comercio ou ser prestador de serviços requer uma orientação constante bem como uma disciplina bem estruturada dos quesitos a serem implantados, das habilidades a serem ensinadas. Enfim ate os gestores e presidentes de empresas estão se reciclando e aprendendo constantemente, a todos compete o aprendizado e a aquisição de conhecimento, basta que haja didática.  

Pratique o pós venda em seu estabelecimento




 Em muitos estabelecimentos comerciantes se satisfazem com as vendas, naturalmente entendem que ao consumar a venda de algum produto o processo se encerrou, assim pode comemorar o objetivo alcançado. Um estabelecimento comercial ou de prestação de serviço a venda é uma etapa do processo no entanto muitos profissionais entendem que consumado o objetivo se encerra o ciclo.
Grande engano, muitos comerciantes ou prestadores de serviço desconhecem etapas de continuidade e tentativa de fidelização de um cliente. Embora esta palavra seja moda para alguns argumentadores hoje a fidelização de um cliente se torna quase impossível dada as vantagens e concorrências apresentadas mas o comerciante deve fazer de tudo para se tornar ao menos uma referencia.
A pratica de pós-venda é a continuidade ou a extensão da mesma é a criação do laço de referencia de lembrança. Pós venda é mais uma etapa que se inicia logo após a comercialização de um produto. Esta  é importantíssima pois trata de sempre resgatar o cliente caso este necessite consumir mais. O pós-venda é tão importante quanto à venda, pois esta modalidade garante a perpetuação do estabelecimento. Em dias que os clientes não se fidelizam é necessário encontrar mecanismos de atração.
Muitos comerciantes se limitam somente a venda, praticam em seu estabelecimento as mesmas atitudes que outros. É necessário sempre estar um passo a frente, vender desejos, valores, e, sobretudo encantar o cliente. Um cliente se encanta muito mais com atendimento, pós venda eficiente, ambiente agradável e iluminado do que propriamente o preço. Em ambientes que conseguem incutir na mente do consumidor que no local é vendido muito mais que um produto, ele esta comprando grife, diferenciação, cria neste uma questão de valor.
Agradeça sempre a compra e a preferência reforce ainda que esta foi a melhor decisão, mostre  que esta a disposição, ser solicito é importante para tornar a compra agradável. O cliente na verdade necessita de segurança e reafirmação que fez um negocio bom, muitos comerciantes abrem a caixa registradora recebem o dinheiro somente agradecem, joga o bem em uma sacola e da ao cliente quase empurrando enquanto o vendedor que efetivou a comercialização vira as costas e não dá à mínima. Guardada as devidas proporções é necessário estender o tapete vermelho ao cliente, ou seja, atende-lo de forma adequada.
Ao novo cliente é necessário um contato maior uma atenção especial para que este crie também uma referencia. Outra situação importante é a de troca de produtos, embora não obrigatório pelo comerciante, a não ser por defeito, esta atitude é comum principalmente com o advento do natal em que a troca de presentes se torna uma rotina constante, nesta linha atenda o cliente da melhor forma possível dispense a atenção, pois este pode na troca do produto levar um mais caro ou adquirir outros e se for um
novo cliente este pode voltar outras vezes. Tente fazer um cadastro do cliente com nome telefone produto levado. Dias após a venda ligue para ele, pergunte se foi bem atendido se bem atendeu sua necessidade. Sempre que chegar um produto que se adequar ao perfil do comprador ligue informando, ligue no aniversário se puder ofereça um brinde, estas atitudes criam um vinculo maior.
Lembre-se que cortesia é importante, seja um diferencial. Surpreenda, inove, encante sempre.


quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Valorizar o melhor desempenho passa pela meritocracia.


 Quem que não se sentiu alguma vez na vida injustiçado em alguma promoção ou beneficio dentro de uma empresa?  Esta situação é mais comum do que se pensa, muitos se doam têm pretensões, planejamento em ascensão profissional, aumento nos rendimentos salariais e em receber um beneficio a mais também em receber o devido reconhecimento pela capacidade funcional e o pleno cumprimento das metas estipuladas, ai chega alguém que se sabe de onde e coloca por terra tal pretensão.
Este banho de água fria enterra o sonho, o desejo e provoca em todos que trabalham o questionamento de não ser capaz, competente e de na ter conhecimento suficiente para o desenvolvimento profissional, tal situação cria dentro do ambiente de trabalho pessoas menos produtivas desconfortáveis com as cobranças e também problemas de relacionamento, isto é altamente prejudicial a uma empresa.
Indo neste contraponto tão ineficaz surge o sistema de compensação por meritocracia que se baseia em três pilares básicos, obter, merecer e poder, estas situações que analisam o desempenho profissional como um todo, tendem a criar mais justiça na hora de oferecer benefícios sejam financeiros, próprios ou de ascensão profissional. Meritocracia é a recompensa sobre a analise qualitativa e quantitativa do desenvolvimento profissional aos colaboradores que atingem as metas pré estipuladas. É o estimulo aos colaboradores a desenvolverem as atividades em equipe, pois é analisado todos os parâmetros do desenvolvimento de uma atividade.
Neste processo que se julga mais democrático de premiação é necessário que a empresa estipule de forma clara o que julga necessário para o estabelecimento e cumprimento de metas. O que acontece e muito é que quando pré-definido o modelo meritocrático de recompensa as empresa sobrecarregam as pessoas nas metas não esclarecendo o que é prioritário, assim tudo acaba sendo prioritário, e quando isso acontece é que nada é prioritário.
Este sistema é importante para a devida justiça aos que realmente merecem e também seleciona melhor os funcionários que realmente fazem e os que deixam de fazer, tira da vala comum a mesmice profissional.
Entende-se que em todas as empresas existem pessoas valorosas, capacitadas e comprometidas ao desempenho profissional, no entanto o oportunista quer obter benefícios também, mas não se compromete neste sentido desenvolve a técnica do bajulador e adulador trabalhando com as vaidades e necessidades dos superiores para seu objetivo, e acredite estas pessoas conseguem ir muito longe em um local de trabalho onde não observa o desempenho por merecimento, ou seja pessoas que não merecem estar onde estão por deficiência técnica acabam se sobrepondo ao competente.
A meritocracia evidencia nas empresas os talentos e valoriza a qualificação não dando espaço ao mau colaborador vez que este não terá benefícios e ascensão profissional, assim é o modelo em muito utilizado pelas multinacionais e grandes corporações, no entanto pequenas empresas, comércios e prestadores de serviço tem pelo sistema de compensação e mérito premiado funcionários, é um sistema interessante que descobre muitos talentos dentro de uma empresa. Muitos já ouviram falar da pessoa que ocuparam cargos pequenos dentro de uma
empresa e acabaram assumindo os mais desejados cargos como o de executivo em uma determinada área e também de presidente. Este tipo de situação se da a meritocracia. É a justiça e a premiação ao talento.

Entenda sempre que as pessoas necessitam sempre de estímulos para se motivarem ao desempenho de uma função. Empresa hoje em dia deixou de ser tão somente aquela mentalidade fria de chão de fabrica e produção, hoje é necessário algo mais, que vislumbre no ser humano não so a vontade de trabalhar e ganhar dinheiro para prover suas necessidades. É necessário humanidade, respeito e sobretudo reconhecimento. 

Concurso público como se portar.



 Com a abertura de concursos no Brasil inicia-se também a possibilidade de muitos sonharem trabalhar no setor publico. A estabilidade de emprego aliado a um salário garantido são grandes motivadores para que as pessoas sintam-se atraídas no entanto, só estas características não garantem uma plena satisfação. É importante focar aquilo que se sente prazer em fazer. O concursando precisa estar apto a entender e absorver o desempenho de trabalho na função publica que é a grosso modo o pleno atendimento aos contribuintes, cidadãos que pagam impostos e através de um concurso selecionam candidatos preparados para retribuírem em desempenho, atendimento e muito mais a contratação.
Prestar uma prova para um concurso pode ser desgastante e para quem não se preparou mais ainda. O candidato deve estar apto e ciente dos desafios, no entanto algumas dicas são de grande valor desse modo, e alem de ter conhecimento na hora da prova é necessário concentração e calma. Muitos se apavoram ficam nervosos e nesta situação acabam por bloquear toda a bagagem de conhecimento e entendimento.
Tente não se atrapalhar, se preparar psicologicamente, tal atitude é importante faz parte do pacote do concursando. Organizar-se na hora de fazer as questões é um fundamento sábio, embora muitos escrevam livros de postura como passar em concursos como se tudo fosse um passe de mágica não existe uma regra especifica, pois cada um tem que se adequar as condições e recursos que tem, seja do conhecimento, seja de comportamento mais as regras servem como um bom orientador, um guia para ser seguido.     
 Em primeiro antes de tudo você deve acreditar que tem capacidade. Em um concurso existem pessoas que realmente se preparam ainda assim uma boa parte não esta preparada, não estudou o suficiente, não se empenhou de forma correta e equivalente ao desafio, simplesmente contam com a sorte e acreditam que só a bagagem de cultura que detém é o suficiente. Este é o primeiro passo, você deve estudar se dedicar pelo menos duas horas por dia, visualizar o conteúdo programático das matérias. É importante que neste processo o candidato esteja motivado a concorrer com os realmente preparados e não com os inaptos.
Na prova você deve utilizar alem do conhecimento os quatro recursos disponíveis, a grande maioria não os utilizam, ou seja, visão, cérebro, caneta e papel. Visão é o contato com o exercício é a leitura que fará deste. Cérebro onde será processado o entendimento da leitura, nestes dois quesitos o grande segredo que falo é ler pausadamente para entender e dar tempo de processar no cérebro a mensagem, muitos lêem de forma rápida com o intuito de resolver o problema, não é assim, é preciso entender, separar a sílaba do exercício. Use a caneta e papel, rascunhe muito, estes dois quesitos não são utilizados por todos, é necessário riscar, rabiscar, grifar o que esta lendo, este é um diferencial, entretanto e de forma equivocada muitos acreditam que só ler e processar no cérebro são o suficiente que não há a necessidade de rascunhar, utilize todos os recursos sempre.
Concentre-se no exercício que esta fazendo, esqueça da prova, dos outros exercícios, resolva um problema de cada vez, este diferencial é importante, pois, muitos com a necessidade de resolver logo o problema da prova, querem fazer tudo ao mesmo tempo, então, você deve resolver um probleminha de cada vez para resolver o todo, é necessário foco no conteúdo a ser resolvido, sempre com calma e discernimento. 
Em todas as provas caem exercícios para a interpretação de texto, muitos lêem, relêem, acabam na verdade lendo o texto duas ou três vezes o que ocasiona a perda de tempo e desgaste mental o importante nesta situação em primeiro é ler as perguntas para depois ler o texto, pois com as perguntas em mente você já pode identificando e grifar os pontos necessários.
Entenda que na vida as conquistas sempre resultam de esforços, nada acontece por acaso, existe uma questão primordial do empenho, assim você deve-se perguntar a todo o momento o quão se quer conquistar e se realmente esta apto a se preparar para atingir o objetivo? No entanto a aptidão neste caso se adquire com estudo e preparo. Sucesso e boa sorte.


segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Qual é o seu diferencial?


Em uma sociedade conturbada é normal que os problemas surjam, na verdade sempre os teremos, o importante e cabe ressaltas a forma que são resolvidos. É necessário criar mecanismos para que tais sejam encarados de forma a serem solucionados não se pode ficar lamentando o fato de ter problemas e somente isto, tal conduta é efetivada por muitas pessoas. Esta situação se exprime também na colocação no mercado de trabalho. Um grande contingente de pessoas encontram dificuldades em arranjar trabalho, no entanto as vagas existem e aos montes e porque isto acontece?
Pessoas precisando trabalhar e vagas a serem preenchidas que não se completam, este antagonismo de situações acontece todos os dias é uma rotina extremamente normal. O que o candidato a uma vaga de trabalho precisa entender que é necessário além da boa vontade, de ser pro ativo, ter qualificação, direcionamento e sobretudo um diferencial, algo que realmente encha os olhos de patrão e acabe fugindo da mesmice, note-se que muitos que alcançam o posto de trabalho acabam se acomodando e se tornando mais um nos quadros funcionais de uma empresa. Esta é hora que se tem para se destacar dos outros, estar um passo a frente.  
Lembro-me da história descrita por um consultor que entusiasticamente contou que havia uma senhora que morava só com seus filhos, e foi abandonada pelo marido, e na necessidade que quase se transformou em desespero, na procura de um emprego, surgiu a oportunidade de trabalhar no caixa em uma rede de supermercados para cobrir o período das festas natalinas, portanto temporário. Toda feliz, mas preocupada em se manter, pois após este período estaria dispensada pensou em fazer a diferença. Elaborou uma tática diferenciada, separava algumas frases bonitas e de impacto arranjadas em jornais e revistas, datilografava-as em uma folha e tirava algumas cópias. Recortava-as em tiras e as colocava em seu bolso.
Era um trabalho de paciência. Quando estava trabalhando no caixa do supermercado, separava uma tira de frase e a colocava na sacola de compras dos clientes. Certo dia, e não entendendo o que assistia, o gerente observou que mesmo com outros caixas vazios, as pessoas preferiam ficar em fila somente para passar no caixa da senhora. Após saber a tática da mulher, o gerente ficou surpreso, porém satisfeito. Pediu que esta funcionária fosse contratada em definitivo, sabia que tinha uma pessoa que poderia fazer a diferença em várias situações, e que a senhora estava um passo a frente dos outros.
Isto é que impulsiona a diferenciação dos funcionários e das pessoas, pois nas empresas todos agem de forma comum e normal, pensam do mesmo jeito, tem quase as mesmas soluções para os problemas, no entanto é preciso estar preparado para estar sempre um passo a frente dos outros. A competitividade é grande e por vezes desleal, no entanto vence aquele que se prepara e se sobrepõe.
Na vida e no trabalho muitos se destacam por realmente serem diferenciados altamente desvinculados com o comodismo no desempenho de suas funções estas pessoas conseguem com facilidade superar obstáculos porque os encaram, na verdade a maioria dos trabalhadores só exercem as funções pré estipuladas por entenderem que receber seu salário é o suficiente, não há um esforço em estar um passo a frente, somente ser mais um. Você é mais um ou esta um passo a frente? Tudo dependera de sua conduta, ser comum ou quebrar paradigmas.

O mercado de trabalho esta sedento por pessoas que quebrem paradigmas, que não se acovardam mediante as dificuldades e estão a frente por isso muitas vagas de trabalho ficam em aberto, na verdade estão esperando alguém diferente neste contesto comum do ambiente de trabalho. 

Promessas de inicio de ano porque não as cumprimos.

Chega o começo e ano e com ele milhares de promessas que nos cercam, parar de fumar, emagrecer, parar de beber e muito mais. Na verdade, c...