quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Comércio, como manter as contas em dia?


             
Várias pessoas quando montam um negócio têm a felicidade e a satisfação de gerenciar algo próprio. No entanto ao montar sua empresa esta vem atrelada a um pacote de obrigações que muitos não associam a seu estabelecimento. Entre muitas obrigações uma a ser destacada e comentada é o pagamento de contas, certamente esta modalidade de obrigação é mais complexa do que se pensa vez que o estabelecimento depende da entrada de recursos financeiros através da venda de produtos ou serviços para equacionar seus pagamentos.
Muitos donos de pequenos negócios enxergam a organização das finanças de modo primitivo ou amador o que é serio pois a vida de um estabelecimento depende do cumprimento das obrigações, pagamento de fornecedores e também de um capital de giro de estoque e mercadoria.
Assim o controle no pagamento das contas é de suma importância e esta no mesmo patamar das vendas e ainda, tal controle, permite fazer uma minuciosa interpretação se o dinheiro que entra através das vendas é o suficiente para honrar os compromissos, pode-se analisar ainda se as tais são suficientes se o preço é adequado para aquela circunstancia também qual o valor que se pode dar em desconto de liquidação, se o produto vende bem ou não. Varias situações pode-se enxergar na saúde do negocio quando se tem uma organização financeira eficiente.
Ligue a luz de alerta quando você estiver tirando dinheiro de cheque especial ou outro financiamento para manter seu estabelecimento, financiamentos somente para investimento e crescimento. Quando se empresta dinheiro para cobrir as dividas é necessário parar e ver onde esta o erro. Na maioria das vezes o erro é do proprietário que utiliza o dinheiro do caixa da empresa. Nunca confunda suas despesas pessoais com as da empresa e não defina um salário para si você é empresário então vive da lucratividade de sua empresa, defina uma porcentagem de lucratividade, assim se sua empresa ganha mais você é beneficiado.
Como o comercio depende e muito do fluxo de clientes é necessário observar se seu ramo de negócios atende as expectativas dos desejos e necessidades do consumidor caso isso não esteja acontecendo é necessário mudar gradativamente ou criar mais opções de produtos mais diversidade de produtos atraem clientes diversos. 
Assim por menor que seja o empreendimento você precisa conhecer os números de seu negocio, como faturamento, lucratividade e sobretudo despesas. Saber o quanto se gasta é necessário, despesas como empregados, contador, serviços de água, luz, telefone, impostos, aluguel e capital de sobra que pode ser de giro. Ter o controle da situação é importante e também se organizar para poder crescer é importante, muito difícil é crescer sem organização.
Observe sempre suas contas, pois seu estabelecimento como pessoa jurídica não só oferece lucratividade mais também vem com um pacote de despesas atreladas. Tenha muita atenção neste quesito, pois se as contas não fecham, não batem, se você não consegue honrar os compromissos mínimos de funcionamento do estabelecimento o mesmo pode então esta lhe dando prejuízo.
Controle é tudo na somatória de sucesso de um empreendimento.


segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Um bom gestor passa pelas atitudes positivas:


Há um questionamento constante por parte de colaboradores em empresas, a má utilização do cargo por parte de gerentes e lideres. Muito dos lamentos dos funcionários que sofrem nas mãos de maus gestores passam pela falta de visão destes e também por estarem mal qualificados para exercerem um trabalho de gestão. Ocorre que esta atitude é refletiva e atinge os profissionais como um todo. Maus gestores têm a capacidade de influenciar negativamente no andamento da empresa, na produção. Hoje em dia é necessário que o gestor tenha uma visão macro dos problemas, que tenha um alcance deliberado para equacionar soluções a estes.
Falta em muito a incorporação da pessoa no exercício de liderança o líder ou gestor, tem que incorporar em si a tarefa de ser um profissional dedicado que a todo instante ouve seus liderados e sobretudo nos dias de hoje tem uma habilidade frenética em solução de conflitos e problemas. Gestor como diz a palavra é aquele que consegue gerenciar recursos disponíveis seja financeiro, humano, produtivo, administrativo que conduz, determina articula e representa. Este papel é fundamental na empresa pois sem um gerente de qualidade fica difícil a empresa ter requisitos produtivos importantes. Ainda tal cargo de liderança tem a finalidade de garantir a funcionalidade e continuidade das tarefas e da organização, bem como atender a expectativa dos funcionários e clientes garantindo a lucratividade e maximizando resultados.
Frente a isso fica claro que o cargo de gerencia não é somente um cargo evolutivo dentro de uma empresa, hoje para se promover a este cargo é necessário o exercício de habilidades que são e muito mais importantes do que simplesmente mandar.
Uma das habilidades questionadas é se o gestor sabe o que pode motivar seus funcionários, esta habilidade resulta da interpessoalidade é necessário ter a sensibilidade em saber motivar pessoas, fazer o funcionário ir alem daquilo que por muito é proposto. Alguns funcionários são movidos por dinheiro ou reconhecimento, em muito é lógico que o dinheiro é um motivador em partes mas o reconhecimento do funcionário este por si só torna uma grande proporção da fase de motivar. O gestor precisa entender que reconhecimento é mérito e deve ser aludido a todo instante que os funcionários conseguem atingir objetivos, metas. Ainda bons gestores entendem as necessidades de cada funcionário.
Ser franco e também saber chamar a atenção é de suma importância, pois muito vai da forma que o gestor coloca suas convicções frente um erro do colaborador, nunca xingue, trate mal, coloque o erro de forma profissional e técnica. O gestor não é pago para ofender e diminuir ninguém. Deixe sempre que o funcionário aprenda com seus erros e os aponte, para que ele tenha a segurança de entender que tem um suporte técnico. As informações devem sempre chegar a este. Um toque de sabedoria é sempre desafiar o funcionário para que ele tente superar os limites.
O grande gestor não é egoísta ele tem a mentalidade de preparar sua equipe para o sucesso o que mostra a confiabilidade nos comandados, transparência nas ações. Ainda defende sua equipe, sempre se coloca a frente e depois chama a atenção não permite que sua equipe seja alvejada. Esta atitude tem como certa trazer os funcionários como aliados.
Na verdade o exercício da gestão não se traduz em palavras que aqui escrevo é muito mais, um estudo aprofundado nas questões da administração, é preciso ter conhecimento técnico, interpessoal, no entanto deixo a dica.
Grandes gestores sempre tiveram o respeito e admiração de sua equipe. O trabalho de liderança se faz por homens, seres humanos que comandarão outros humanos ou partes técnicas de uma empresa mais é preciso entender que para gerenciar algo é necessário sempre estar à frente. 
 Matéria publicada no Jornal o Debate - São Manuel  

Bom humor uma questão de sobrevivência:

A felicidade é o mais desejado dos sentimentos humanos, estar sempre de bem com a vida, saber tolerar e enfrentar os problemas de modo positivo, solucionar disputas e ter perspectivas de crescimento espiritual, profissional e familiar é sempre o motivo de satisfação e desenvolvimento humano.
O sentimento da felicidade é o suporte principal para o condicionamento do bom humor. Mas na verdade o humor revela muito do estado de espírito de uma pessoa o quanto esta é infeliz ou feliz.
Pessoas bem humoradas são entusiastas com uma série de situações e problemas, acreditam sempre que podem resolvê-los da melhor maneira possível. No entanto um script para ser bem humorado não existe tudo depende o ambiente externo familiar e trabalho mas sobretudo da personalidade de cada um.
Pessoas negativas que encostam nas paredes das dificuldades são por vezes mais infelizes e por conseqüência menos vencedora e entusiasmada, não vislumbram perspectivas de crescimento, entendem que a sorte não lhes acompanha. O principio básico das pessoas bem humoradas é que acreditam sempre que podem conseguir, não importam quais sejam as dificuldades, o importante é entender que se pode.
Entenda que o humor é contagiante nos ambientes profissionais e familiares seja ele bom ou mau, você é o que se mostra. Deste modo para tentar ativar o sentimento do bom humor valorize sempre as pessoas ao seu redor, preserve as boas amizades, sinta sempre que pode dar um passo a mais, respeite sempre as pessoas no âmbito profissional o respeito é importante. Pessoas desrespeitosas com seus colegas de trabalho são pessoas que não prezam por vínculos afetivos e sabe-se que ter vínculos afetivos nos torna melhor, mais cooperadores e úteis aos outros. Estas atitudes são impulsionadoras do bom humor. Nunca guarde o conhecimento para si, não seja mesquinho e o partilhe com os colegas de trabalho, não seja vingativo e tente se libertar dos sentimentos de inveja e raiva, faça sempre uma auto-analise se enxergue no seu espelho pessoal, respire fundo sempre antes de agir, analise situações, aprenda perdoar.
Lembre-se a vida é um aprendizado e amadurecimento, e tentar sempre ser melhor nos torna maior em cada atitude. Devemos sempre evoluir, os erros do passado já se foram semeie sempre uma perspectiva melhor de vida, não seja sistemático e meticuloso aprenda a quebrar paradigmas. Nunca faça distinção das pessoas tente tirar de você o sentimento do preconceito e seja grato sempre com tudo que você recebe, seja observador nas vitorias e derrotas, saiba levantar sempre de cabeça erguida. Lembre-se ninguém gosta de ficar ao lado de pessoas amargas e negativas. Pessoas gostam daqueles que lhes fazem se sentir bem.
A questão do bom humor é muito importante para o crescimento pessoal e também para a manutenção da saúde. Na questão profissional pode-se auferir que na avaliação de entrevistas para se contratar colaborador este requisito é analisado, entende-se que pessoas que são bem humoradas são as que têm comprometimento, conseguem trabalhar melhor a pressão e cumprir metas, são mais entusiasmadas e traçam perspectivas de vida e crescimento pessoal e profissional.

Tenha sempre por meta ser melhor a cada dia, seja positivo e entenda que tudo pode ser resolvido e se não puder deixe ao tempo para que este faça o papel, mais nunca deixe de sorrir e notar que a vida é muito importante para ser amarga, não tenha paciência para o mau humor. Seja feliz.  
Matéria publicada no Jornal o Debate - São Manuel  

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Entrevista profissional. Você tem medo?


 Em muito vejo pessoas que se embaraçam na hora de uma entrevista profissional. O nervosismo geralmente toma conta de muitos que ao falar sobre si se embaraçam.

Ainda existem aqueles que têm vergonha de falar em público ou de falar com estranhos, assim a entrevista profissional para muitos se torna uma barreira na hora de expor seu autoconhecimento, uma verdadeira tortura.

O grande problema de uma entrevista é o que entrevistado não conhece a si mesmo e assim não poderá falar sobre um assunto que não conhece. O segredo para falar em publico, mesmo aquele que tem vergonha é conhecer sobre o assunto, isto se torna 70% de uma apresentação, muitos não conhecem seus defeitos, qualidades, suas necessidade, vontades, muitas pessoas se desconhecem por completo. Faça isto agora, nomeie em você que esta lendo este artigo 3 qualidades e 3 defeitos. Muitos encontrarão dificuldades, é necessário fazer uma auto avaliação.   

O entrevistador quer conhecer um pouco do entrevistado, saber de sua capacitação, analisar seu perfil entender se este tem a competência para o exercício do cargo pretendido.

É preciso que o entrevistado esteja apto para falar sobre si, sobre situações de sua vida, se tem condições de trabalhar sobre pressão, se cumpre prazos.

Uma empresa quer sempre contratar o melhor e para isto faz analises de pessoas vez que a concorrência há uma vaga de trabalho é grande, o entrevistado nunca deve subestimar aquele que entrevista pois este é plenamente capacitado para este tipo de trabalho.

Em uma entrevista o entrevistado deve sempre olhar nos olhos de quem o questiona, sem incisivo e falar com convicção, quem olha para cima não tem certeza do que esta falando, quem responde olhando para baixo em muito esta mentindo, foque os olhos do entrevistador, a atenção tem que se ter também em roupas e maquiagens, as roupas dever ser de forma que não chamem a atenção sem cores fortes, mulheres não devem usar blusas com decotes grandes e saias curtas a maquiagem deve ser leve, brincos colares e pulseiras de forma discreta, nunca estes deverão chamar mais a atenção que você. Unhas cortadas e feitas, aquele que come unha passa uma imagem de desequilibrado e aquele que tem a unha suja passa uma imagem de relaxado. A entrevista deve ser encarada como mais uma etapa de contratação e não como um problema.   
Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

Trabalho temporário pode se transformar em contratação efetiva.


 
  Com a chegada do final de ano e os festejos de natal o mercado se aquece. Esta é uma ótima oportunidade para pessoas que se encontram desempregadas arranjarem um emprego temporário.

Logicamente indústrias com o aumento de sua produção e comércios com o aquecimento de vendas contratam colaboradores temporários com o intuito de auxiliá-los.

Então a hora é esta de mostrar o potencial para a tão sonhada efetivação. Mas é necessário que a pessoa esteja preparada para tal.

Mostrar vontade hoje não é requisito pois muitos entendem que o mínimo no desempenho de uma função é ter vontade. O candidato necessita de estar sempre se superando dia a dia, se sobressair nas tarefas, conseguir cumprir as metas determinadas.

É necessário garra, disponibilidade e inteligência. Trabalhar com a cabeça é muito importante nesta hora, focar o que deseja e traçar metas para alcançar o objetivo estipulado.

A efetivação de um bom funcionário temporário é comum, já presenciei casos da empresa dispensar o funcionário efetivo para a contratação do temporário pois este se assemelhava e muito as características e necessidades da mesma.

Afim de se obter sucesso na contratação é necessário observar o perfil da empresa, observar suas necessidades e o que o colaborador pode oferecer.

Perfil profissional é um conjunto de habilidades de uma pessoa compatíveis com as da empresa. Cada empresa elenca em seu rol de contratação o perfil necessário desejado, são os quesitos como liderança, comportamento, personalidade, capacidade de trabalhar em pressão, ser comunicativo, solidário, resolver conflitos, entre outros.

Assim, se o colaborador desejar passar de temporário para efetivo precisara observar e conhecer suas aptidões que deverão se moldar nas necessidades da empresa.

Acredite que pode chegar, mais para isso tenha sempre um diferencial, hoje as pessoas que procuram uma vaga de emprego são iguais nos pensamentos e atitudes e estar um passo a frente é fundamental. 

Grandes profissionais buscam oportunidades e quando não as encontram criam suas oportunidades, pois o mundo necessita de pessoas de visão, pessoas que fazem a diferença, poucas são as pessoas que enxergam além daquilo que se pode ver.   
Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

Trabalhe seu marketing pessoal.


            A exposição diária do trabalho nos cria oportunidades fantásticas dentro de uma empresa, algumas pessoas se prestam em trabalhar suas habilidades outras os gestos e a aparência, na verdade esta possibilidade de estar sempre se atualizando e se mostrando de forma positiva se transforma em marketing pessoal. Trabalhar as aparências, as competências e habilidades são um grande aliado. As pessoas confundem marketing pessoal com a idéia de falar de si mesmo o que é um erro. São necessárias atitudes positivas dentro do local de trabalho.
O marketing pessoal é uma ótima ferramenta para alcançar promoções dentro de uma empresa. Você é pelo que as pessoas o vêem não pelo o que acha que é, uma das formas de você analisar esta possibilidade é tentar enxergar como é seu desempenho no quesito trabalho, aparência, desvendar o que as pessoas entendem sobre você. Não é tarefa fácil enxergar a si mesmo, mais deve ser trabalhada dia a dia, reconhecer os erros para acertá-los, e exaltar as qualidades com ações benéficas.
A imagem é importante, passa muito de sua personalidade é a embalagem do pacote, o cuidado com o visual é necessário, roupas escandalosas, decotes abusados, camisetas de times passam imagens negativas sobre você. A imagem passa muito da personalidade, isso é fato, aprender trabalhar esta circunstancia é primeiro passo para a construção de uma imagem.
Outro quesito é o do comportamento no ambiente de trabalho, pessoas escandalosas, desorganizadas passam uma mensagem de descontrole, excesso de objetos pessoais no ambiente de trabalho sugere a falta de comprometimento ao trabalho, atrasos, falta de cumprimento de metas também passam a imagem de descaso, impossibilidade de gerenciar as pressões. Na verdade muitos destes casos presenciamos todos os dias no ambiente de trabalho.
O jeito que a pessoa se comunica pode ser também observado, pessoas que falam alto, palavrões, gesticulam são pessoas que passam a imagem de descontroladas, o jeito que se direcionam aos colegas de trabalho a forma de falar corretamente e muitos outros itens na comunicação interferem diretamente na imagem pessoal.
Para trabalhar o marketing pessoal é necessário entender que sua imagem será sempre associada as suas atitudes, portanto seja sempre uma pessoa bem humorada e otimista, também trabalhe em equipe de forma que você consiga administrar os conflitos existentes, seja sempre um facilitador de trabalho e idéias, cumpra sempre as promessas, se torne agradável e torne o ambiente de trabalho agradável também. Seja sempre honesto e confiável, humilde e gentil com as pessoas, sobretudo seja solidário aos companheiros de trabalho entenda suas dificuldades e esteja sempre próximo a ajudar.

Estas são atitudes que mudam e muito o quesito de imagem pessoal, só acrescentam. Existem pessoas que são lembradas pela capacidade de ser um bom ser humano, assim exerça sempre atitudes positivas, tais não só elevarão sua imagem pessoal como lhe tornara um ser humano melhor.  
  Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

A obrigação em registrar o empregado.


O desconhecimento do trabalhador em seus direitos propicia que alguns patrões mal intencionados distorçam a legislação trabalhista em alguns casos os patrões contratam funcionários sem o devido registro em carteira o que é irregular.
Absurdos ainda acontecem na contratação de profissionais para o exercício de trabalho temporário ou por período de experiência, alegam os contratantes que por ser por período de experiência ou temporário não há a necessidade de registro, isto é uma mentira,
O artigo 29 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) alerta que todo empregador deverá registrar o empregado em um prazo de 48 horas a partir da data da contratação onde deverão ser anotadas todas as condições da contratação entre elas a data de admissão, a remuneração.
Assim não podem trabalhar sem registro em carteira de trabalho nenhum empregado.
Entende-se que muitos empregados se sujeitam a esta pratica por necessitar do trabalho, no entanto o fato de se trabalhar sem registro não tira o direito de receber todas as verbas trabalhistas como se registrado fosse como 13º salário, férias, 1/3 de férias, FGTS.
Para que o empregado seja caracterizado como tal e portanto detentor de todos os direitos trabalhistas é necessário que o mesmo tenha os seguintes requisitos:
Habitualidade – a pessoa tem que trabalhar seguindo sempre uma rotina, a diarista dificilmente se enquadra nestas características vez que não cumpre sua jornada todos os dias.
Receber remuneração – tem que receber salário, esta é a contraprestação do trabalho efetivado.
Receber ordens – este é o requisito mais forte, todo aquele que recebe ordens é caracterizado como empregado.
Assim, fica a lição que o registro em carteira de trabalho com as devidas anotações é obrigatório.
 

  Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

Por o emprego esta difícil?


Muito se fala da escassez de vagas de emprego no Brasil, no entanto ao lermos o jornal vemos que existem muitas vagas em aberto o que falta é mão de obra qualificada. Percebe-se ai que não há escassez de vagas e sim de pessoas com condições técnicas para atender as necessidades do mercado de trabalho.
Assim a maior dificuldade em que muitos têm ao tentar ingressar ao mercado de trabalho é a concorrência, devido a grande mão de obra ociosa e desqualificada existente.
Para fugir desta situação a pessoa deve estar preparada para se qualificar este quesito faz com que algumas pessoas pretendentes a uma vaga de emprego estejam um passo a frente de outras.
Em tempos de concorrência é necessário ter um diferencial, hoje tão somente a formação escolar não serve, a diferença esta na questão do oferecimento de uma mão de obra especializada, qualificada que atenda o perfil do mercado.
Temos que entender que a pessoa no mercado de trabalho deixa de ter um nome e passa ter um preço. Esta equação lógica profissional passa no quanto o profissional investiu nele no quesito técnico e intelectual. Ao se qualificar o profissional começa a vislumbrar um mundo de oportunidades, mais muitos ainda se questionam. O que vem a ser a qualificação?
A qualificação é o aprendizado teórico e pratico de uma atividade técnica profissional.
Então ao leitor deixo a dica. Estudem, procurem oportunidades maiores com melhores salários no mercado de trabalho existente, fuja da normalidade ou seja aqueles cargos em que todos focam, mas para estar um passo a frente é necessário se destacar entre os outros, não existe milagre existe oportunidades que muito não enxergam. Enxergue-as.
 Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel


domingo, 8 de setembro de 2013

O prazer da fofoca.


            Quem nunca se viu em uma situação desagradável mediante há um boato ou um fato que não deveria ser contado, situação esta que é efetivada com o fundamento de constranger, ofender enfim denegrir e diminuir a pessoa. Esta situação e denominada popularmente de fofoca. Em muito as pessoas fofocam quando não conseguem lidar com diferenças, quando se sentem inferiorizadas por algum motivo ou sentem inveja do sucesso do colega.
            Nas empresas esta atitude negativa é mais constante do que se pensa é no ambiente de competitividade onde um colega tenta se sobrepor sobre o outro, alem da concorrência saudável da qualidade profissional, do desenvolvimento qualitativo das atividades surge esta ferramenta que é adotada erroneamente por profissionais, tentando diminuir, denegrir o colega de trabalho. Pessoas que patrocinam este expediente estão sendo analisadas com rigor vez que esta atitude prejudica e muito o ambiente de trabalho.
            O fofoqueiro é visto como uma pessoa de pouca confiança, que não cria laços e nem vínculos amistosos, que não tem comprometimento. Este tipo de profissional é altamente descartável em um ambiente profissional. É tido como pernicioso que prejudica a imagem da empresa e dos funcionários. Muitas empresas entendem que o ambiente de trabalho precisa ser preservado se tornando o mais agradável possível para o exercício das atividades, assim estão aos poucos execrando os gerentes que não tem o perfil para dirimir conflitos e também não têm a habilidade interpessoal e a bola da vez dentro das corporações é a eliminação do fofoqueiro, é como cortar o mal pela raiz.
            Ainda devemos ressaltar que o boato ou a fofoca alem de prejudicar o ambiente de trabalho e as pessoas tem um composto depreciativo e diminutivo e se não combatido pela empresa em situação extrema pode vir a causar danos psicológicos a vitima podendo a empresa responder pela prevaricação ou inépcia na atitude.
            Segundo o portal empregocerto.uol.com.br em uma pesquisa feita na cidade de São Paulo entendeu que 83% dos entrevistados têm como maior incomodo as fofocas excessivas no ambiente de trabalho. Mais a razão é que não temos como ficar longe das fofocas e boatos, todos são alvo em potencial e muitos espalham o boato com o intuito de ele chegar ate o chefe ou diretor. Na verdade o boato tem um objetivo principal que é prejudicar a ascensão e o desenvolvimento profissional do colaborador.
            O fofoqueiro existe porque existe a pessoa que gosta de ouvir o boato, adora ficar informado de tudo, é preciso evitar que o falastrão tenha sucesso em levar a informação. Não existe uma regra básica para se evitar a fofoca na empresa, no entanto se você deseja não ser difamado um dia não alimente o falador. Evite sempre em ficar em rodas onde as pessoas tem este habito de difamar, tente sempre demonstrar respeito às pessoas mais exija respeito também é necessário impor alguma autoridade e maturidade e demonstrar seriedade. Quando presenciar algum fato que possa comprometer seu colega de trabalho não comente com os outros, respeite os limites não invada a vida das pessoas.
            Existem os tumultuadores que possuem habilidade para isso, assim não entre no jogo destas pessoas.
            O respeito às pessoas é inerente do bom convívio humano é o fator principal que move a engrenagem de uma sociedade, pessoas que não tem este principio dentro de si naturalmente se colocam a margem do emprego e do convívio social, é importante entender que muitos que praticam a fofoca e tem o prazer dentro de si em difamar são detentores de uma patologia que precisa ser tratada.

Saiba como garantir as vendas.


            A relação íntima entre cliente e vendas é profunda. Alguns comerciantes em muito se perguntam o que preciso para vender mais? Na semana passada falamos de clientes, tentamos ilustrar alguns comportamentos, pois bem nesta edição falaremos de vendas, trataremos do outro lado da moeda. Planejamento e técnica para vender bem são medidas interessantes e necessárias para que a vida de um comércio tenha um longo fôlego, que os investimentos sejam bem sucedidos.
            Existem algumas técnicas importantes para que sejam implementadas vendas no estabelecimento. A organização do estoque em principio é fundamental, pois nos dados deste que o comerciante obterá informações sobre produtos que vendem com mais facilidade, produtos que ficam encalhados, assim poderá o empresário detectar através de sua analise e comprar produtos que tenham giro rápido. É importante o investimento num programa de estoque que seja muito bem controlado, alimentado em seus registros.
            Outro aspecto muito importante é o ponto comercial, é necessário que seja observado pelo investidor um ponto ou local onde seja frequentado pelo publico alvo. Entenda, no ramo empresarial comercial não existe boa intenção, as situações são obvias muitos não chegam ao seis meses de seu negocio pelo fato de estarem situados em um local inadequado com um fluxo impotente de pessoas, é necessário que o investidor mesmo pagando mais invista nos locais de frequência publica. Já vi muitas pessoas que poderiam dar certo e dariam certo se tivesse montado seu negocio no local apropriado. No entanto na confiança que os clientes os procurariam montaram os estabelecimentos em locais distantes, setenta e oito por cento fecharam as portas nos primeiros seis meses, e ainda devendo e muito. Não se pode exigir sucesso daquele que não planeja seu estabelecimento, fica difícil, pois a falta de visão, planejamento, em muito influencia nas vendas de produtos.
            Ter um estabelecimento limpo, iluminado. Tome cuidado como vem acontecendo com frequência em nossa cidade na confecção de cartazes para promoções e liquidações. Alguns empreendedores escrevem a caneta uma cartolina, outros picham uma faixa de pano. Isso é horrível e desagradável aos clientes, pode ter certeza que espanta muito mais que atraí. Existe um quesito psicológico que torna de forma inconsciente a repulsa por um local ou a simpatia por outro. Repare alguma vez você já entrou numa loja e não se sentiu bem, no entanto não sabe informar por quê? Este é o incomodo psicológico que falo. Estes dias vi uma loja perto onde trabalho que sempre faz tudo de forma correta ao trocar sua vitrine com roupas de inverno um adesivo muito bem confeccionado que alertava para a liquidação de inverno. Isto é ter cuidado com detalhes importantes. Ambientes agradáveis são importantes aliados para que as vendas sejam duplicadas.
            Outro detalhe importante que sempre aumentam vendas ou despertam interesse em clientes é uma vitrine bem montada, e ao contrario que se pensa a estruturação de uma boa vitrine não é simples, são necessários requisitos que atraiam o olhar, prendam a atenção do cliente, na verdade a vitrine tem um poder de encantar o cliente a primeira vista e mesmo que o estabelecimento não tenha uma vitrine deve de toda forma o local ser agradável. Móveis de cor clara, paredes que não sejam carregadas na cor e com muitos cartazes de produtos.
            Mantenha sempre um canal aberto com o cliente, seja sincero sobre o produto, entenda sobre o produto, tenha um pós venda eficiente, ofereça sempre alternativas ao cliente. Honestidade ao cliente é importante, pois este entende a boa intenção em atender suas necessidades. Seja sempre desenvolvido no quesito humano, e, sobretudo, cuide sempre do estabelecimento, nunca o abandone a Mao de terceiros, este é um pecado capital, ninguém deve saber mais de suas necessidades que você mesmo.

            Portanto se acovardar na hora de empreender não é necessário, desde que o investimento seja feito de forma consciente e planejada a chance de sucesso é muito grande, poucos são os que fracassam sobre a luz da inteligência, os medíocres fracassam sempre, pois não vislumbram a frente o dia após o outro, os inteligentes observam sempre à frente, este é o segredo, observar a frente.  
 Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

Cliente este ser extraordinário:


            Na concorrência que se acirra hoje no comércio a briga por clientes se transforma em uma batalha árdua e por vez desigual em muito vemos aqueles que entram nos estabelecimentos e tem a intenção de comprar mais por algum motivo desiste do ímpeto da aquisição no meio do caminho. Esta atitude por vez envolve um complexo de estudo e questionamento. Onde esta o erro? Por que a desistência? O que foi feito de errado?
            O comerciante que em muito esta preocupado em pagamento de contas ou outras situações esquece de notar o comportamento dos fregueses. Gerenciar o próprio negocio impõe regras que necessitam de uma visão global. Avaliar comportamento de clientes não é algo simples. Hoje sabemos que não existe mais aquele consumidor leal a fidelidade se foi frente a oferta de produtos e variedades incomensuráveis.
Algumas situações dentro do estabelecimento precisam de atrativos, como promoções, simpatia no atendimento, gentileza, na verdade o cliente gosta de se sentir a vontade e em muito os vendedores sufocam esta situação em busca de vender e ganhar suas porcentagens, o que é justo, no entanto é necessário um treinamento de atendimento dos profissionais de venda.
Não expor os vendedores na porta do comercio com o fundamento de literalmente agarrar o cliente quando este adentra a loja, tal atitude mostra que o vendedor esta preocupado somente com sua comissão e não com a satisfação do comprador este comportamento mais afasta do que realmente atrai. Outro comportamento complicado e que acontece muito é a de oferecer um cartão ou o nome para o consumidor que consulta um bem ou pesquisa preço. Tal situação é ruim vez que o cliente não quer vínculo e nem obrigação de ser atendido por um determinado vendedor. Somente ofereça a identificação se o freguês pedir.
Outra conduta de deve sempre ser observada ao proprietário é a do comprometimento  de seus colaboradores. O funcionário deve oferecer simpatia e dinamismo, o que muito se vê são vendedores cabisbaixo desanimados, não pode! O vendedor tem que ser a luz do ambiente, transmitir esta simpatia.  O administrador do comércio tem que em muito patrocinar atividades que motivem seus vendedores. Também se enxerga profissionais de venda que não detem as informações do produto que esta comercializando, este comportamento é um dos maiores fatores de falta de interesse e desistência de compras dos consumidores.
Em muito entendo porque alguns comércios fecham suas portas, não se sustentam embora tenham todas as condições para o crescimento. Tudo se deve pelo ambiente oferecido a atrair clientes.
Consumidores se pautam em muito pelo desejo, é isso que movimenta a roda das vendas, mais que as necessidades. Pelo entendimento o comércio tem que sobretudo vender desejos e valores. Uma marca só sobrevive pelos desejos que oferece e não pela a necessidade. Alguém que vende sabonete não vende um produto somente para a higiene pessoal, vende satisfação de se tornar mais belo, cheiroso. O cliente necessita de fantasias. Todos sabemos que os cartões de credito tem os maiores juros cobrados pelo mundo é uma grande armadilha no entanto milhões de brasileiros estão devedores neste sistema e que existem formas de financiamento mais baratos no entanto há um crescimento exorbitante na utilização de cartões, tais vendem comodidade status  e praticidade. Isto por si só desenvolve no consumidor o desejo em ter seu cartão. É assim no mundo dos negócios, vender desejo e não necessidade. Na verdade muitos clientes agem pelo impulso motivados pelos anseios e valores pagam preços exorbitantes em perfumes, pares de sapatos, roupas, bens moveis e muito mais sem ter a necessidade.
Assim o proprietário de um estabelecimento deve primeiro se pautar em ter atrativos aos clientes bem como de oferecer desejos e valores em treinar adequadamente seus colaboradores e também oferecer simpatia sem tirar a privacidade destes Enfim deve acima de tudo vender satisfação.

 Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

Criatividade é o caminho para o sucesso:


Profissionais que se destacam em suas áreas de atuação são vistos com um poder de improvisação e solução de problemas diferenciados. Há muito se cobra a questão da utilização da criatividade no ambiente de trabalho. Não se limitar apenas as condições oferecidas e ir ale daquilo que é proposto torna o profissional um ser evolutivo. Isto não acontece somente no quesito do trabalho, mais na vida pessoal.
Observe sempre as pessoas que obtém sucesso em seu comercio, na empresa, na vida familiar, que ganham dinheiro. Estas pessoas têm um poder diferenciado de transformar situações adversas, trazem ao seu favor e se adaptam facilmente ao ambiente, acabam se tornando um facilitador no desenvolvimento de uma atividade.
Este é o passo a frente que falo, pois na realidade natural as pessoas pensam e agem da mesma forma, mais o ser criativo foge esta regra se desenvolve com o que é oferecido. Este tipo de profissional não é comum nos meios corporativos. Assim quando se encontra um este se destaca. A criatividade é o poder de improvisação do ser e da alma é sobretudo o enfrentamento de situações adversas para a sobrevivência e crescimento do ser. Vemos em muito profissionais medíocres no desenvolvimento de suas funções que são limitados, tem o medo de ir um passo a frente, não analisam situações, não enfrentam. Este profissional adora ficar na zona de conforto, não se expõe, pois bem, também dificilmente crescera.
O exercício da criatividade nas empresas pode ser efetivado por qualquer um, basta que tente sempre desenvolver situações facilitadoras dentro da empresa, mesmo com o recurso limitado, que tenha a coragem de assumir as improvisações sem medo de errar, na verdade só erra quem faz.
Para ser um profissional criativo a primeira coisa a fazer é parar com as reclamações e pensar sempre nas soluções, nas formas que se pode resolver o problema proposto, os caminhos que se podem seguir, seja também curioso, tente sempre aprender, juntar informações, quanto mais conhecimento mais discernimento, ponto critico terá.
   Escreva sempre suas idéias, tenha a noção em transcrever sempre e traçar caminhos de objetivos para seus pensamentos. Na verdade um belo exercício é sempre tentar responder suas duvidas, nunca se acomodar em não saber. O importante é descobrir. Ir além, as pessoas comuns se acomodam não saber porque tem a preguiça em pensar e pesquisar. O conhecimento que se adquire não some, na verdade se acumula e ai quanto mais cultura melhor o desenvolvimento. É saber ler as entrelinhas e também sempre se questionar sobre tudo, assim se cria senso critico das coisas.
Portanto, ser criativo é como a vida é o pleno desenvolvimento do pensamento, da intuição e da alma. A criatividade transpõe a barreira da mediocridade, da mesmice e torna um ser uma pessoa nobre.
Pense bem, observe sempre as crianças, tais ainda não adquiriram filtros sociais e também de regras, assim estão livres de pensamento para agirem e agem de forma em que muitas vezes nos surpreendem em suas atitudes. Nós nos limitamos ao conforto temos medo de quebrar paradigmas.
Você é livre para fazer seu traço, então fuja da mesmice, faça de sua vida um traço livre.

Criatividade é sobretudo a sobrevivência do profissional inteligente que vai alem daquilo que é proposto. Crie sempre. 
Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

Depressão profissional uma patologia ainda desconhecida.



Todos os profissionais estão sujeitos a ter momentos de crise, momentos que muitas vezes acham que chegaram ao fim. Por muito nos deparamos em encruzilhadas difíceis de entender, caminhos que são difíceis de desvendar. Acomodamos-nos ao trabalho e entendemos que somos por muito indispensáveis em nossas posições profissionais, o que é um engano.
Momentos de crise aparecem em nossa vida profissional com mais habitualidade que pensamos, a discussão ríspida com um colega de trabalho, a falta de ajuda do companheiro na execução da tarefa, fofocas, a falta de motivação ao trabalho, monotonia, falta de crescimento profissional e perspectiva e muito mais vez que o alfabeto das crises encontradas no desempenho do trabalho são muitas.
A grande dificuldade que observo em muitas pessoas é como administram estes momentos difíceis, como absorvem toda esta carga negativa. Cada pessoa com sua personalidade é reativo de forma diferenciada, no entanto os sentimentos são os mesmos, canalizam-se para o mesmo lugar, a falta de motivação, de forças para lutar, tal culmina na depressão profissional, embora não comentada nos meios acadêmicos em certo que já argui varias vezes em palestras esta possibilidade. Alguns administradores se influenciando cada vez mais com o bem estar de seus profissionais tentam entender como funciona esta modalidade, porque ela afeta tanto o desempenho, como surge e porque muitos profissionais acometidos por esta patologia não procuram ajuda e acabam culminando no suicídio profissional.
Na verdade este entendimento de depressão profissional é um conceito pouco explorado, assim os chefes, diretores e lideres tem dificuldade em assimilar este comportamento entendendo de forma equivocada que o profissional esta fazendo “corpo mole” que não esta se comprometendo e correspondendo as expectativas. Veja bem! Você já deve ter obsevado em sua carreira algum profissional que era muito bom no desempenho de sua função chegava ate a surpreender, no entanto com o passar do tempo este desempenho foi caindo ate chegar à mediocridade. Assim podemos questionar, o profissional deixou de bom porque ele era ruim? Ninguém em sã consciência que tem um desempenho muito bom deixa de fazê-lo para se tornar um medíocre se não for por algum motivo. No entanto ao invés de resgatar um bom profissional é preferível manda-lo embora, se joga a sujeira embaixo do tapete.
            A depressão profissional pode ser ocasionada por vários motivos, a falta de perspectivas em vencer desafios é um deles. O marasmo profissional a falta de cobrança ou de visão em crescimento profissional é um dos fatores que colaboram para esta triste estatística.
            Outro fator importante é o tratamento que muitos profissionais recebem de seus lideres. Sabe-se que a relevância no respeito ao trato humano, o reconhecimento pela execução nas tarefas, a confiança são fatores que enobrecem a alma do profissional, tornando-o mais motivado para vencer os obstáculos, no entanto antônimo destas atitudes levam o profissional ao quadro de depressão profissional.
            É necessário que todos os profissionais se atentem para esta situação, pois a depressão é um incômodo da alma que por muito pode trazer traumas irreparáveis, é necessário observar sempre o declínio de desempenho dos profissionais, porque eles acontecem. Observar o que esta errado no ambiente de trabalho equacionar tais erros com acertos.
            A recuperação de um profissional que por vezes esta perdido nas condutas indevidas da mediocridade faz valer a pena o termo administrador, vez que em muito deve se reconhecer que todos ou sua maioria tem valor. Observe lideres procuram valores mais só os grande lideres recuperam seus valores é uma lapidação constante. Vale a pena recuperar aquele profissional que em muito esta esquecido, desmotivado, depressivo. No quesito financeiro é barato vez que ele já esta treinado e supermotivado produz muito mais.
            O investimento na motivação humana profissional é importantíssimo, pois são os profissionais que trazem lucratividade a empresa, são eles não os programas de computadores, não os estoques cheios. Eles que otimizarão os programas, que esvaziarão os estoques das empresas, que produzem e criam. É tudo pelo ser humano profissional.
 Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel


A conquista do céu. Você Acredita?


Conheço algumas pessoas que sonham em ter uma grande profissão, um bom salário, que admiram profissões como as de medico, advogado, administrador. No entanto vivem lamentando que a vida não lhes proporcione oportunidades que infelizmente certas satisfações só acontecem ás pessoas que tem dinheiro, se conformam pelo fato de serem pobres e sem condições financeiras. Creditam sua desgraça a má sorte ai praguejam aos céus como se os anjos, santos e Deus fossem os grandes responsáveis pela sua natureza humilde. Que engano!
Estas pessoas acomodadas pela vida, e sem força de vontade de lutar de fazer a diferença encontram em cada circunstancia da vida uma situação para dar desculpa pela sua incapacidade de correr atrás.
Entenda não existem pessoas sem oportunidades na vida, o que existem são pessoas acomodadas, preguiçosas que se encostam à vida e deixam que a vida os leve.
Por outro lado existem pessoas que tentam buscar as oportunidades, pessoas que criam oportunidades, pessoas que acreditam que o amanhã pode ser de satisfações embora o presente lhes reserve muita luta. Vários são os exemplos de pessoas que saíram de uma vida humilde que vinham perpetuadas por gerações de pessoas inexpressivas no contesto de ascensão social e intelectual e conseguiram quebrar este paradoxo triste que ainda norteiam muitas famílias de nosso país. Assim o primeiro passo é entender que todos podem vencer na vida, o fato de ser pobre e velho é mera desculpa. Quem quer faz a diferença e constrói sua vida com base no suor mais também no crescimento intelectual.
Crescimento intelectual é a progressão no investimento educacional. Oportunidade é o aproveitamento de alguma situação oferecida no mercado de trabalho em face do crescimento intelectual, então quanto mais investimento intelectual maior serão as oportunidades.  
Dicas para a pessoa crescer na vida não surgem como um roteiro de filme, dificilmente alguém vai criar uma metodologia especifica afirmando que o caminho prescrito por ela é o caminho da verdade. Cada um conhece suas dificuldades, realidades, situações e deve adequar isto força e disponibilidade em ser alguém. Assim a pessoa que quer vencer na vida deve ter em primeiro a força de vontade, entender que para ser alguém bem sucedido profissionalmente é necessário ter a ambição de crescer, a vontade de se esforçar. Outro quesito importante é o de ter disciplina, vez que as dificuldades se apresentarão mais o foco naquilo que se deseja deve ser um impulsionador das emoções, a disciplina é o que vai lhe conduzir de uma forma racional ao objetivo.
Olhe sempre à frente, observe o caminho a ser percorrido para se atingir o objetivo, trace metas como a de estudar e muito e pense sempre no bem maior que é a conquista de uma posição social melhor de uma profissão sonhada, um salário melhor. A vida é feita de satisfações e alegrias, pelo menos deveria ser feita assim, mais as pessoas que tem estes sentimentos são pessoas que têm perspectiva de vida.
Nunca acredite em sorte, ela não existe, o que existe é a capacidade e capacitação estes sim são requisitos fortes e fieis capacidade que transforma os homens em vencedores, acredite sempre que sua capacidade pode superar limites que em muito você os acho intransponíveis. Seja vencedor pela sua luta, e não encoste na luta dos outros.

Observe sempre a vida em pé, nunca deitado, pois aquele que se deita frente à vida só enxerga as nuvens e aquele que observa a vida em pé observa alem da nuvens o horizonte. Este é importante, o horizonte, nele é que esta a saída. Olhar a vida em pé e de frente é o segredo. O horizonte é a oportunidade a ser alcançada.

Assédio moral entenda o problema.


Nas relações humanas nas empresas ou serviço publico pode sempre ocorrer imprevistos, trabalhar com pessoas não é uma tarefa fácil, gerenciar varias personalidades, desejos, vontades, vaidades e expectativas muitas vezes nos reporta a se perder no caminho. Ai ao invés de aparecer a pessoa do gestor de conflitos surge a do algoz, aquela pessoa rude, vingativa que tem em seu espírito o revanchismo ou simplesmente aproveitando de sua posição hierárquica vê na oportunidade a de humilhar, diminuir, ofender o empregado. Consequentemente tal atitude de ofensas, perseguição continuada traz transtornos ao psicológico e a saúde da pessoa ofendida.
O combate a atitude nociva dentro das empresas ou serviço publico ao assedio moral se torna importante, mais o que vem ser o assedio moral?
Assedio moral ocorre quando um agente dentro do recinto de trabalho tente por atitude, gesto, palavra ou qualquer outra ação atingir a autoestima ou a autodeterminação do individuo com danos ao ambiente de trabalho exigindo também deste serviço que se sabe que não cumprira, prejudicando-lhe no desenvolvimento de sua função bem como na sua evolução a carreira, estabilidade funcional. Outras condições que caracterizam o assedio moral são: A deterioração proposital das condições de trabalho, retirar da vítima a autonomia, não lhe transmitir mais as informações úteis para a realização de tarefas, contestar sistematicamente todas as suas decisões, criticar seu trabalho de forma injusta ou exagerada, privá-la do acesso aos instrumentos de trabalho como telefone, fax, computador ou qualquer outro meio que o agente necessite para o desenvolvimento de suas atividades, retirar o trabalho que normalmente lhe compete, dar-lhe permanentemente novas tarefas sem explicações, atribuir-lhe proposital e sistematicamente tarefas inferiores ou superiores às suas competências, pressioná-la para que não faça valer seus direitos (férias, horários, prêmios), agir de modo a impedir que obtenha promoção, atribuir à vítima, contra a vontade dela, trabalhos perigosos, atribuir à vítima tarefas incompatíveis com sua saúde, causar danos em seu local de trabalho, dar-lhe deliberadamente instruções impossíveis de executar, não levar em conta recomendações de ordem médica, indicadas pelo médico do trabalho, induzir a vítima ao erro. Como se pode salientar, várias são as ações que configuram o assedio moral, na verdade são atitudes que visam prejudicar o colaborador no desenvolvimento de sua função.
A característica da configuração do assedio moral se da pela continuidade, assim é necessário que tais atitudes sejam cometidas de forma rotineira, atitudes isoladas no ambiente de trabalho não caracterizam a atitude.
O assedio constitui uma forma de tortura funcional vez que tal atitude traz ao assediado problemas importantes nos componentes psíquicos. O trauma de sofrer com a diminuição, humilhação e transtorno das funções se torna uma cicatriz profunda, é uma forma covarde atentando a autoestima e a saúde do empregado.
Não parece salutar que aquele que utilize deste expediente seja uma boa saúde mental, pois a determinação em ofender, diminuir e destruir a profissão do individuo se resume em uma patologia psíquica no mínimo deturpada ou perturbada.
Em defesa as pessoas que sofrem este tipo de situação a justiça tem dado ganho de causa com a obrigação de indenizar do individuo opressor sobre o oprimido responsabilizando sempre a empresa ou ente publico onde a pessoa exerce a função. Tambem, vários estados e municípios vem criando a sua legislação própria sobre o assunto tamanha é a seriedade do mesmo.

Pessoas devem ser tratadas com dignidade e respeito, o que foge a esta atitude de boa conduta se transforma em assédio. 

Currículo.


A principal porta de entrada a uma empresa se da através da apresentação de um currículo, no entanto muitos desconhecem o que significa e como se pode fazer um bom currículo.
Curriculo é um documento que descreve toda a vida do candidato a uma vaga de trabalho, assim nele devem conter a formação educacional, cursos profissionalizantes, experiência profissional, estágios entre outros. É uma descrição detalhada da vida do pretendente e pode ser apresentado pela internet através do preenchimento dos campos de formulários e de forma impressa.
Muitas empresas disponibilizam em seus sites formulários para a descrição e pretensão de uma vaga, assim a cada campo dever ser preenchido ou tentar preencher o maximo que puder. Na forma impressa o currículo deve ser apresentado na empresa acondicionado em um envelope, não deve em hipótese alguma conter rasuras sujeiras, riscos e erros, lembre-se que é um cartão de apresentação e como tal deve se manter de forma impecável.
Um currículo se constrói ao longo da vida, a cada qualificação adquirida, cada diploma, cada esforço deve ser estampado neste, no entanto alguns erros são efetivados na construção de um currículo, o que não deveria acontecer.
O primeiro erro é mentir, colocar qualificações que nunca existiram, que nunca se fez só para o incrementar o papel, este tipo de erro embora se julgue ou se entenda ser de pouca seriedade para as pessoas, no mundo corporativo é inaceitável,  denota da personalidade desonesta de um ser que não se importa de que forma se adquire algo, o importante é levar vantagem, mostra um tipo de pessoa fria, mentirosa e inescrupulosa, muito cuidado ao colocar qualificações inexistentes e mentirosas, é fácil de se descobrir.
Outra situação que é percebida é a de acondicionar ou jogar os diplomas ou certificados em qualquer lugar, em uma gaveta, também a atitude de fazê-lo rascunho anotar números de telefone, de suja-lo. Cuidado, o certificado ou diploma é a comprovação que o candidato adquiriu aquela qualificação, e a cada diploma uma qualificação maior. Então os documentos que comprovem a situação de qualificação devem ser guardados sempre em uma pasta para que nada aconteça com eles, lembre-se que tais documentos precisam ser apresentados na entrevista para avaliar sua real capacidade de conhecimento.
Currículo é mais que uma pagina de papel estampada, é na verdade a extensão da vida educacional e profissional do candidato e é construída ao longo de sua trajetória.
Na vida os detalhes fazem a diferença também, um currículo bem impresso de forma que se apresente alem de seu conteúdo qualificatório uma estética apropriada para o momento é um detalhe muito importante, mostra o asseio com que aquela pessoa trata das situações. Tudo é uma questão, para o analista psicológica e de consulta, então os detalhes fazem uma pequena diferença importante. Na verdade o conteúdo ali descrito é o que define a capacitação do candidato, mas na questão da procura de uma vaga no mercado de trabalho qualquer detalhe ajuda.
Incremente sempre seu currículo faça cursos, estude, qualifique-se, sempre digo que no mercado de trabalho as pessoas em sua maioria são iguais, com a mesma formação, assim o candidato tem que buscar sempre fazer a diferença e esta diferença é efetivada através da qualificação. Isto é importante, estude sempre.

 Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel

A dificuldade de arranjar um emprego:


Muitas pessoas passam por um drama semelhante nos dias de hoje o do desemprego, no entanto a frustração maior é a de procurar em vários lugares uma nova oportunidade de trabalho no mercado e não conseguir, este insucesso gera muitas vezes o sentimento da impotência o que desestimula a continuidade desta procura tortuosa.
Acordar mais um dia e vislumbrar uma nova oportunidade que pode ser afogada pela falta de oportunidade, pela entrega constante e incansável de currículos, o árduo suor, tempo e sobretudo nas intermináveis entrevistas que mais parecem um manual de perguntas repetidas onde há a exposição do entrevistado é o principal assunto e no final vislumbrar que nada deu certo gera na pessoa a percepção de incapacidade de tentar e não conseguir. Nesta hora o cérebro nutre os mais perversos sentimentos. O gosto do fracasso é o pior gosto para sentir.
Vários fatores contribuem para este cenário indesejável, é preciso analisar e entender que se há tanto insucesso na pretensão de trabalhar é porque algo esta errado.
Analisemos então alguns pontos que são passíveis de entendimento.

Estar um passo a frente - Hoje no mercado de trabalho, e venho falando com insistência nisto, muitas pessoas são comuns, há um contingente muito grande de pessoas que pensam e agem do mesmo jeito, assim muitos concorrem entre si de uma forma igualitária, é necessário ter um algo a mais, é preciso estar um passo a frente deste contingente normal, é necessário pensar além.
Qualificação como diferencial – Sempre é lembrado por mim esta situação. A qualificação, o grau de estudo de conhecimento, cultura é o principal diferencial.  Estar qualificado é estar preparado tecnicamente para o exercício de uma função, a qualificação se da através dos cursos especializados, técnicos, de bacharelado entre outros. Assim é preciso entender que sem o estudo, sem uma qualificação no mercado de trabalho fica difícil uma vaga.
Ser Proativo – Esta característica em uma pessoa é um grande diferencial também, esta palavra é sobretudo um sinônimo de atitude, iniciativa. Muitos que procuram emprego esperam que os outros ajam dentro de uma empresa, na verdade pessoas de atitude tem mais facilidade em lidar com situações difíceis na empresa, trabalham muito bem sobre pressão e conseguem cumprir as metas com mais facilidades, pessoas sem atitude ficam a margem.
Inovar nas respostas das entrevistas – O momento da entrevista é um momento em que o entrevistador esta testando suas qualidades, capacidade de raciocínio, proatividade e também se seu perfil se enquadra nas necessidades da empresa. Muitos consultores em administração prescrevem formas feitas de respostas para as entrevistas, assim sabedor desta sistemática o entrevistador cria armadilhas para que justamente estas respostas decoradas sejam descobertas. Assim em primeiro você deve conhecer o perfil pretendido para a empresa estudar este perfil e também começar a se conhecer, entender suas limitações defeitos, qualidades, se sobre pressão você age de uma forma lúcida. Nunca produza respostas feitas, muitos que procuram emprego ficam nesta fase, é porque as respostas ditas na entrevista não condizem com as expectativas da mesma.
Muitas outras características devem ser observadas, mais estas já conduzem a um grande começo, então seja feliz, nunca ninguém disse a você para não ser, corra, batalhe sempre, nunca desista. Seja um vencedor, mesmo que em muitos casos ache que nunca chegara, não importa, acredite que ira chegar sim um dia, acredite, acredite sempre. Você é aquilo em que acredita.
 Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel


Boa liderança nas empresas esta em alta:


Uma das dificuldades de muitas empresas é equacionar um bom líder, que seja atencioso, que consiga fazer que sua equipe seja ao mesmo tempo produtiva e coesa. Os problemas do exercício da liderança nas empresas, corporações, comércios fluem pelo desgaste do relacionamento, o entendimento de muitos empregados é que o chefe é uma pessoa “chata”, aborrecida, que cobra desempenho e chama atenção.
O desempenho do bom exercício da liderança se faz em primeiro em colocar os comandados a par de cada situação delegando a eles o desempenho das funções onde o líder supervisiona informando sempre os caminhos e ações necessárias para que a meta seja atingida. 
O líder que trabalha com inteligência é aquele que traz a sua equipe para si, motivando-a sempre a superar o entendimento da tarefas a percorrer obstáculos que por vezes parecem intransponíveis, comemora junto e sabe chamar a atenção e sobretudo reconhecer um bom desempenho, entretanto o que mais se observa nas empresas, comércios, prestadores de serviço é a falta de formação de um líder, muitos são nomeados a assumirem algum cargo de responsabilidade no comando sem ter a mínima capacidade para isto. O que muitos entendem e de forma atrasada, descompensada é que líder é nomeado para mandar, cobrar, ser inconveniente, este é um grande erro, pois o desempenho de uma equipe seja superando obstáculos sendo motivada ou não, depende do líder, é ele que desempenha uma função fundamental no quesito produtivo de uma empresa, que realmente ouve e esta consciente das necessidades de uma equipe.
O trabalho rotineiro com equipe de pessoas não é fácil, cada um tem seus problemas pessoais sua personalidade, uns querem subir na empresa outros querem somente ganhar o salário, então são características totalmente antagônicas que precisam ser aparelhadas, afinadas para uma finalidade a de produzir e bem, por esta razão o trabalho de liderança não é fácil e para tanto é necessário uma pessoa que esteja preparada, o que não acontece em muitas empresas. Muitos lideres são nomeados de carreira subindo para a função por detectar um conhecimento técnico importante mais não são preparados para o relevante, o trabalho em equipe. O grande problema detectado é que muitos líderes por medo de perder o cargo não delegam funções completas, centralizam informações por medo de perder o cargo. Por isso muitos líderes naufragam, oportuno aqui se faz a colocação de um trecho de meu livro A Saga de um Líder.
“O Líder do navio Aste, senhor Benjamim centralizador e com um profundo conhecimento de tudo, desde os controles até do parafuso do motor. Era importante para o desempenho do navio que comandava, mas nunca dividiu seus conhecimentos com ninguém. Tinha medo de perder seu comando. Os comandados sabiam fazer o trivial, o comum, não tinham acesso e nem conhecimento profundo aos mecanismos da embarcação e também achavam que não era necessário seu líder resolvia tudo. Na verdade, acomodaram-se.
Em alto mar vários dias longe de casa houve uma explosão na casa de máquinas. O comandante Benjamim ficou desacordado, pois estava perto do local. O navio começou a encher de água e só ele tinha aptidão técnica para estancar o furo causado pelo estouro. A embarcação começou a afundar, os outros desesperados, sem saber o que fazer corriam de um lado para o outro, não poderiam utilizar os botes que salvariam suas vidas estes estavam presos em fortes cadeados envoltos sobre grandes correntes o líder tinha medo que os comandados roubassem algo e fugissem neles, Benjamim não confiava em sua tripulação.
O navio afundou matando quase toda a tripulação de trinta homens...” Assim é relevante entender que um comandante que não passa as informações necessárias a sua equipe esta também fadado ao fracasso.
O exercício da liderança deve ser efetivado pelo preparo pelo trabalho em equipe e sobretudo sobre a confiança no liderado que exerce a função.
.Matéria publicada no Jornal O Debate- São Manuel


Promessas de inicio de ano porque não as cumprimos.

Chega o começo e ano e com ele milhares de promessas que nos cercam, parar de fumar, emagrecer, parar de beber e muito mais. Na verdade, c...